Piadas Variadas

Estava um grande hipnotizador, ou melhor o maior hipnotizador do mundo, fazendo uma temporada em um teatro.

Na primeira noite, o hipnotizador entra no palco vira-se para a platéia e diz:

— Chorem!

Todos se puseram a chorar.

Na segunda noite, ele entra e diz:

— Riam!

Todos se puseram a gargalhar.

Na outra noite, ao entrar no palco, o hipnotizador tropeça e solta um sonoro:

— Merda!

Foram necessários 15 dias para conseguir limpar todo o teatro.

18
10
8

Jacó levou Jacozinho para passear no aeroporto. Chegando lá, Jacozinho viu que havia um piloto que fazia passeios em um daqueles aviões antigos, do tipo que é aberto em cima. Fascinado ele pede ao Jacó para ir. Eis que o Jacó vai ao piloto e pergunta:

-Quanto custa este passeio?

— Trezentos reais por quinze minutos de vôo.

— E se eu só quiser voar a metade?

— Só paga a metade.

— E se eu só quiser voar a quarta parte?

— Só paga a quarta parte.

— E se...

Zangado o piloto interrompe e diz:

— Se o senhor conseguir ficar calado o senhor faz um vôo completo e não paga nada, mas, se o senhor falar ou gritar, paga dobrado. O Jacó topa a parada e embarca juntamente com o Jacozinho no banco de trás. O piloto decola e começa a fazer todo tipo de acrobacia que era do seu conhecimento. Depois de meia hora, como o silêncio a bordo era total, ele desiste e pousa.

— Parabéns Senhor Jacó, conheço muito piloto experiente que não agüentou metade destas acrobacias. Confesse para mim, o senhor não teve nem vontade de gritar?

— Bem, lá pela quarta pirueta, quando Jacozinho caiu, eu ainda quis, mas...

8
3
5

O fiscal argumentava com o dono da padaria:

— Mas, o senhor não pode deduzir os gastos com as três viagens que fez a Europa como despesa de negócio.

— Ah! Eu me esqueci de dizer que nós também fazemos entregas a domicílio.

6
-1
7

Na recepção do hospital o repórter chega e diz:

— Por favor, gostaria de entrevistar o rapaz que o rolo compressor passou por cima... Em que quarto ele está?

E a recepcionista:

— Nos quartos 15, 16 e 17!

10
-4
14

Foi encontrado no bolso de um cadáver quando se preparava para a autópsia a seguinte carta:

Senhor delegado do ministério público: Suicidei-me!... Não culpe ninguém pela minha morte, deixei essa vida porque um dia à mais que eu vivesse, acabaria por morrer louco!

Eu explico-lhe: Tive a desdita de me casar com uma viúva, a qual tinha uma filha; se soubesse isso, jamais teria casado. Meu pai para maior desgraça era viúvo, e quis a fatalidade que se enamorasse e casasse com a filha da minha mulher.

Resultou daí que a minha mulher se tornou sogra do meu pai. A minha enteada ficou a ser a minha mãe e o meu pai ao mesmo tempo meu genro!

Após algum tempo, a minha filha pôs no mundo uma criança, que veio a ser meu irmão, porém neto da minha mulher, que fiquei a ser avô do meu irmão. Com o decorrer do tempo, a minha mulher pôs também no mundo um menino, que como irmão da minha mãe, era cunhado do meu pai, e meu tio, passando a minha mulher ser a nora da própria filha.

Eu, senhor delegado, fiquei a ser pai da minha mãe, tornando-me irmão dos meus filhos, a minha mulher, ficou a se minha avó, já que era mão da minha mãe, assim acabei sendo avô de mim mesmo.

Portanto antes que a coisa se complicasse mais, resolvi acabar com tudo de uma vez!

46
35
11

O jovem médico em viajem de férias, de passagem por um vilarejo, dirigiu-se a um posto de gasolina para abastecer seu automóvel. Não se via uma viva alma no posto depois de buzinar várias vezes, finalmente aparece um rapaz e lhe diz:

— Estamos fechados por luto! A filha do dono morreu e estamos todos indo ao velório.

— Bem, já que não tenho como prosseguir sem combustível, irei acompanhá-los.

Lá chegando, aproxima-se do caixão e observa algo extremamente raro e diz ao pai da moça:

— Sr., sou médico e lhe digo: esta garota não está morta! Ela está somente em estado catatônico. Mas existe uma chance de fazê-la voltar! Me diga, a sua filha tem namorado?

— Sim, respondeu o pai, estranhando a pergunta.

— Muito bem. Tirem o corpo do caixão, e a deixe com o namorado para que façam sexo durante toda à noite. Somente uma sensação forte poderia fazê-la recobrar os sentidos.

Mesmo com algumas reservas, o pai segue as ordens médicas. Passadas quatro horas abre-se a porta do quarto e de lá sai a jovem vivinha da silva!

Imensamente grato, o pai da moça enche o tanque do automóvel do jovem doutor que assim pode seguir viagem. Passados 15 dias , o médico decide regressar para ver como estava a ex-defunta. Ao chegar ao posto o encontra novamente vazio e o mesmo jovem da outra vez corre ao seu encontro e desesperado lhe diz:

— Graças a Deus que o senhor voltou! Não sabíamos como encontra-lo e estávamos a sua espera! O pai da menina que o senhor salvou, morreu há 3 dias! Metade da aldeia já comeu o cu do pobre mas ele continua sem ressuscitar!



MORAL DA HISTÓRIA: O mesmo medicamento não vale para todos.

58
47
11

O piloto estava falando no microfone do avião quando de repente ele grita:

— Ahhhhhhhhhhhhh! — e o avião balança.

E fala novamente no microfone:

— Me desculpem, é porque a aeromoça derramou café quente na minha parte da frente e ficou muito sujo.

E um sujeitinho grita lá de trás:

— É porque você não viu como é que está sujo minha parte de trás.

16
1
15

Jacinto se despedia de sua avó bem velhinha, com quem morava numa cidadezinha do interior. Havia se alistado no exército.

— Assim que chegar lá me manda um retrato seu, meu neto! — pediu a vovó.

Lá no quartel, na hora de fazer os exames, teve que ficar nu na frente de todo mundo. Achou engraçado e pediu até para um colega tirar uma foto:

— Esta foto eu vou cortar no meio e mandar a parte de cima para minha vó e a parte de baixo para minha namorada, he, he,he...

Na postagem houve uma confusão e não é que a velhinha acabou recebendo a parte de baixo da foto?

Na hora em que ela abriu o envelope e viu o retrato, comentou:

— Ah, menino! Sempre desleixado... Cabelo despenteado e gravata torta!

27
18
9

Depois de avaliar os exames de seu paciente o médico lhe dá uma notícia nada boa:

— Lamento informar mas o senhor tem poucos meses de vida!

— Não! não! Eu quero uma segunda opinião!

— Então tá: Você também é feio pra caramba!

22
13
9

Dois ortopedistas estavam na porta do hospital, quando vêem, na calçada, um japonês andando com dificuldade e comentam entre si:

— Veja aquele pobre homem. Já atendi três pessoas esta semana com o mesmo problema nos joelhos!

— Joelho? Discordo, colega, discordo. Observe a postura; seu problema, definitivamente é na coluna!

— Absolutamente, colega. Olhe: Suas pernas distantes umas das outras; Com toda a certeza, são as articulações dos joelhos!

— Não, não. Costas arqueadas, ombros caídos: coluna.

— Ora, vamos perguntar a ele! Assim saberemos qual de nós dois está com a razão.

— Meu senhor, com licença, estávamos observando o seu modo de andar e ficamos curiosos. O meu amigo aqui acha que o seu problema é nas pernas e eu tenho certeza que são suas costas. Afinal, qual dos dois acertou?

— Hi, Hi, Hi... Ocê erô, ocê erô, japonei também erô, né? Pensou que ia peidá... cagô!!!

23
15
8

A mãe, toda preocupada foi ter uma conversa com a filha:

— Filha, estou muito preocupada com você!

— Ué, mãe, por quê?

— Os nossos vizinhos andam dizendo que você está dormindo com o seu namorado!

— Ah, não liga não, mãe! Estes vizinhos são uns fofoqueiros! A gente vai pra cama com um qualquer aí e já vão logo dizendo que é namorado!

22
13
9

No primeiro dia de trabalho como ajudante de pedreiro, o rapaz já se mostrava cansado. O mestre de obras, observando a atitude desleixada do sujeito, decide conversar com ele sobre o seu comportamento:

— Olha, Vicente, os outros serventes carregam dez tijolos de cada vez.

— Já vi, senhor.

— E posso saber por que você leva apenas cinco?

Calmamente, o sujeito responde:

— Ah, o senhor sabe como tem gente folgada nesse mundo!

— Não entendi o que você quis dizer...

— Pois é, chefe, vai ver eles tem preguiça de fazer duas viagens. Mas pode ficar tranquilo, porque eu não me incomodo, viu?

23
9
14

Dois litro de leite estavam conversando, um vira para o outro e diz:

— Bom dia!

E o outro continua calado.

— Bom dia! — fala novamente.

E o outro permanece calado.

— Não vai falar comigo hoje?

Ele responde:

— Não. Hoje eu estou azedo!

18
-6
24

Na delegacia, o delegado perguntou ao acusado:

— Conhece esta chave?

— Não, senhor!

No dia seguinte, novo interrogatório:

— Conhece esta chave?

— Sim, senhor!

— Mas ontem o senhor disse que não a conhecia — reclamou o delegado.

— Pois foi justamente ontem que a conheci!

34
26
8